sábado, 16 de outubro de 2010

Capital terá novos ônibus e linhas atenderão mais 1,8 mil passageiros

17/08/2010 - Correio do Estado
 
Até o fim de agosto, linhas de transporte coletivo urbano de Campo Grande serão ampliadas e terão capacidade para atender, diariamente, mais 1,8 mil pessoas. Ontem, em evento na Praça do Rádio Clube, a prefeitura recebeu 52 dos 111 novos ônibus que serão entregues ao município pela Associação das Empresas do Transporte Coletivo Urbano de Campo Grande (Assetur) até o fim deste mês. A finalidade é renovar a frota, que hoje conta com 540 veículos. Contudo, do total de veículos entregues, pelo menos 20 serão utilizados na ampliação das linhas que já circulam pela cidade.

As informações são do diretor da Assetur, João Rezende Filho, e do diretor-presidente da Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran), Rudel Trindade Júnior. Segundo Rezende, os novos ônibus são maiores (têm 13,5 metros de comprimento) e, por isso, têm capacidade para transportar até 90 pessoas (43 sentadas e 47 em pé). “É só fazer a conta. Se cada ônibus tem 90 lugares e vamos acrescentar 20 carros em determinadas linhas, vamos ter 1,8 mil vagas a mais nessas linhas. Isso sem contar o quantidade de lugares que vamos conseguir aumentar com a substituição dos ônibus antigos, que são menores (têm 11 metros de comprimento) e capacidade menor também”, acrescentou o presidente da Agetran.

A decisão sobre quais itinerários serão ampliados, de acordo com o diretor da Agetran, é tomada em conjunto pela agência de trânsito e a Assetur, com base em estudos sobre a “dinâmica do transporte coletivo” na Capital. “Só acrescentamos carros nas linhas que têm mais demanda”, explica.

Deficientes

Além de contribuir na ampliação da linhas e desafogar os veículos de rotas, hoje consideradas superlotadas, João Rezende destacou que os novos ônibus adquiridos pelas empresas do transporte são todos adaptados para atender aos usuários portadores de deficiência física. “Com os novos carros em circulação, vamos ter 85% da frota com elevadores para atender os cadeirantes”.

O diretor da Assetur ressaltou, ainda, que os 111 carros apresentados ontem são “0 quilômetro”. “Nosso objetivo é dar mais comodidade aos usuários. Com esses novos veículos nossa frota tem agora menos de 4 anos de uso. Isso evita que os ônibus quebrem com frequência, facilita a manutenção, facilita o trabalho do motorista e dá mais segurança ao passageiro”. Segundo a Assetur, 260 mil campo-grandenses utilizam o transporte coletivo por dia. (AZ)

Nenhum comentário:

Postar um comentário